Cristiano Ronaldo celebra hoje 32 anos

0

O melhor jogador do mundo é português e hoje celebra o seu 32º aniversário. Cristiano Ronaldo comemora o seu 32º aniversário depois de um ano inesquecível com a conquista de vários títulos internacionais, onde se destacam naturalmente a conquista do Campeonato da Europa, a Liga dos Campeões, a Supertaça Europeia e o Mundial de Clubes. Já em 2017, Cristiano Ronaldo foi consagrado como o melhor jogador do mundo ao conquistar a sua quarta Bola de Ouro pela prestigiada revista France Football.

O capitão da seleção nacional comemora este domingo 32 anos e são poucos os títulos que lhe faltam conquistar tanto a nível colectivo como a nível individual. Os dois títulos europeus, de seleções, por Portugal, e clubes, pelo Real Madrid, mais 51 golos, conduziram o futebolista português à conquista da sua quarta Bola de Ouro ultrapassando os registos de ‘lendas’ do futebol mundial como Johan Cruyff (1971, 73 e 74) e Van Basten (1988, 89 e 92) e o francês Michel Platini (1983, 84 e 85).

Para chegar aos dois títulos europeus, Cristiano Ronaldo passou por duas ‘lotarias’, que ultrapassou, com a sua ajuda, nos quartos de final do Europeu, face à Polónia, e na final da Liga dos Campeões, perante o Atlético de Madrid.

A nível de clubes, Cristiano Ronaldo teve como ponto alto do ano passado o ‘hat-trick’ ao Wolfsburgo, que permitiu ao Real Madrid bater os alemães por 3-0 e atingir as meias-finais da Liga dos Campeões, depois do desaire por 2-0 na Alemanha. Já pela seleção, o ‘capitão’ brilhou, sobretudo, nas meias-finais do Europeu, quando saltou muito alto e cabeceou para o primeiro golo frente ao País de Gales (2-0), ‘empurrando’ a equipa das ‘quinas’ para final.

Antes, no último jogo da fase de grupos, um ‘bis’ face à Hungria foi também determinante na campanha lusa, já que valeu um empate (3-3) decisivo para o apuramento. Em caso de derrota, Portugal teria falhado os oitavos de final.

Em França, Ronaldo foi, porém, infeliz na final, ao lesionar-se muito prematuramente no embate com a França, após uma carga dura de Payet. Sem o ‘capitão’ acabou por ser Éder a selar o primeiro título luso, no prolongamento (1-0).

Já na época 2016/17, destaque também para o seu primeiro ‘póquer’ pela equipa das ‘quinas’, na receção a Andorra, numa goleada por 6-0, em Aveiro.

Os números de Cristiano Ronaldo pelos ‘merengues’ continuam, porém, a ser impressionantes: média de mais de um golo por jogo para aquele que superou há muito todas as ‘lendas’ do clube e se tornou o melhor marcador do clube.

A terminar o ano de 2016, Cristiano Ronaldo não poderia imaginar melhor final ao marcar os três golos que garantiram ao Real Madrid a conquista do Mundial de Clubes sobre o Kashima Antlers por 4-2.

Share.